Loading...

Pesquisar neste blogue

sábado, 13 de maio de 2017

EU



 "   Eu me entendo comigo mesma quando não quero mudar os outros.
     Sou pequena aprendiz de tudo que ainda não sei; eu não sei nada. Meu peso tem o peso do bem que            faço.
     Minha importância tem a importância do amor que desperto.
     Nada tenho, a não ser o bem que semeio.
     Nada levarei comigo, apenas  o que conseguir juntar em meu coração.
     Um sopro chamado morte é a minha partida.
     Deus se manifesta em mim a cada bem que faço."  



Sem comentários:

Enviar um comentário